• Flavio Moreira

Abertura de empresa nesse ramo é uma boa?

Aspirantes a empreendedores buscam validação para o nicho onde desejam atuar mas nem sempre da ideal. Como ajudá-los?


Imagem de Flavio Moreira



Em abril de 2014 eu tomei uma das decisões mais ousadas da minha vida até então: pedi demissão de uma grande multinacional para começar a empreender!


Eu estava certo de que o caminho que eu estava escolhendo era a opção mais acertada para mim, que era o que fazia mais sentido também. Eu começava a atuar com consultoria em marketing digital, juntando com gestão e não haviam dúvidas.


No entanto, seis meses depois, eu percebi que aquilo não estava se encaixando, eu estava gostando de aplicar o conhecimento para produzir conteúdo sobre o assunto em que estava empreendendo, e até na ajuda ao meu pai, mas o negócio não se pagava.


Além disso, eu mesmo fui percebendo que faltava aquela empolgação maior que eu tinha no início, e logo a questão fazer sentido martelou minha cabeça novamente.


Conclusão: pouco tempo depois eu estava de volta ao mundo corporativo, em nova multinacional.


Quando eu comecei o negócio da consultoria, eu não pedi validação a ninguém, porém aprendi uma grande lição com tudo isso: se eu saia de um lugar por não fazer mais sentido, eu precisava buscar aquilo que verdadeiramente se confirmava como sentido para mim.

Não preciso nem dizer que eu não fui tão profundo assim em fazer essa investigação na época, não é? Eu fui aprendendo que não estava dando certo ao longo dos meses seguintes, mas poderia ter sido feito diferente.


Hoje, eu vejo centenas de aspirantes a empreendedores pedindo opinião de outras pessoas para saber se o ramo onde desejam atuar vale ou não a pena. Não há nada de errado com isso, mas também não quer dizer que a forma como se faz seja a mais acertada.


Os fóruns em redes sociais, de grupos de empreendedorismo, estão lotados de posts de futuros empreendedores perguntado aos outros "tô pensando em abrir uma empresa de xxxx. Vale a pena?". Quando chegam as respostas, por mais que as pessoas sejam solidárias e queiram ajudar - pois suas opiniões foram solicitadas -, muitas são as críticas e os pontos negativos exaustivamente expostos, o que pode desanimar o autor do post.


Muitas pessoas que opinam nesses posts falam com base em suas experiências naquele ramo, e não necessariamente do ponto de vista de um empresário. As vezes, é apenas uma opinião sem embasamento e dados. É só opinião. E se a experiência dela foi ruim com esse ramo, adivinha o que ela sobre isso.

É por isso, que nesse Vem Cmg, eu falo sobre quais são os passos que você, como futuro empreendedor, deveria procurar realizar, antes de buscar a opinião externa. E até a opinião externa possui os lugares certos para o melhor entendimento com evidência e causa.


Neste programa eu falo sobre a grande necessidade das perguntas internas, num diálogo você com você mesmo(a) para empreender com propósito, pois essa é a bandeira que eu defendo.


Assista o programa no vídeo logo abaixo ou ouça no topo deste post.


Se você quer sair da CLT ou do emprego público para empreender, mas tem a sensação de estar frustrada(o), com medo do futuro e se sente perdida(o) por uma falta de direção e objetivos quanto a sua carreira, eu posso te ajudar. Eu sou Flavio Moreira, especialista em perguntas, e ajudo pessoas a desenvolveram a inteligência emocional para ter clareza e servir com significado. Você pode entrar em contato pelo meu endereço de e-mail, que está nas informações de rodapé aqui no site, ou demais redes sociais de contato. Será um prazer atuar como um facilitador na sua jornada! Fale comigo se você acredita que posso te ajudar!


Agende uma sessão gratuita Tomando as Rédeas

Conheça o meu programa de desenvolvimento pessoal, Do Íntimo ao Compartilhado


Conheça e ouça os meus podcasts, Vem Cmg e Vem Cmg Expresso:

Ouça no Spotify

Ouça no deezer

Ouça em Apple Podcasts

Ouça no Google Podcasts

Ouça no CastBox

Conheça o meu canal no YouTube:

Vem Cmg no YouTube


1 visualização0 comentário