• Flavio Moreira

Crenças limitantes e a cultura do não merecimento

Por que certos pensamento te afastam da prosperidade mesmo que você tenha muitos potenciais?


Imagem de JuergenPM via Pixabay


Nada tem significado exceto pelo significado que você dá.
T. Harv Eker

Em toda comemoração de ano novo, ouço desde que eu era criança, a palavra prosperidade. Claro que nem sempre eu soube o que isso significava. A medida em que fui crescendo, lendo e aprendendo, eu entendi esse termo de uma determinada forma.


Durante muito tempo, atribui prosperidade a sempre ter dinheiro. Você também acredita ou acreditava nisso? Essa visão não está errada, mas os meus estudos sobre esse tema revelaram que prosperidade é muito mais do que uma conta bancária cheia de verdinhas.


Prosperidade também está relacionada a bem-estar, bem-viver e bem-querer. Essas três áreas da prosperidade podem ser entendidas da seguinte forma:

  • Bem-estar na prosperidade: está relacionado a satisfação com sua saúde e disposição, energia física para agir, criar e fazer acontecer. É a vitalidade.

  • Bem-viver na prosperidade: está ligado à liberdade financeira, qualidade de vida, crescimento e satisfação pessoal e profissional.

  • Bem-querer na prosperidade: relacionado à satisfação nos relacionamentos como família, amigos e à contribuição social.

Muitas vezes atacamos essas áreas, sem saber, com pensamentos e atitudes que nos afastam de ser e agir como pessoas prósperas. Esses ataques acontecem na forma de crenças manifestadas a partir de aprendizados adquiridos ainda na infância.


Esses aprendizados acontecem, principalmente, na internalização de ditados ou crenças como:

  • "Dinheiro não nasce em árvore"

  • "Dinheiro não traz felicidade"

  • "Dinheiro é sujo"

  • "Não vou doar dinheiro porque não sei o que vão fazer com ele, prefiro não dar"

  • "Dinheiro é a raiz de todo mal"

Some esse aprendizado enraizado à outras frases que você muito ouviu quando criança, como:

  • "Chegando na casa do seu amigo não é para aceitar nada, hein?!"

  • "Se não passar de ano na escola não tem presente de natal!"

  • "Você tem que ter um emprego que pague o suficiente para você viver"

Esse combo de ensinamentos contribuíram para que o aprendizado fosse sempre de:

  • Estamos sempre na corda bamba entre merecer e não merecer;

  • Se você não faz por onde será punida(o);

  • O dinheiro corrompe as pessoas, por isso, você não precisa de nada muito além do que algo que pague suas contas;

  • Preciso agradar meus pais (ou quem me criou) e por isso não devo fazer nada de diferente em relação ao que eles me ensinaram, pois posso perder o amor deles.

Qual o problema desses aprendizados?


Todos são linhas de pensamento que te limitam. São formas de pensar que colocam um teto em relação até onde você deve ir. Te aprisionam numa caixa e desconsideram suas capacidades ou parte delas.


Nós fazemos parte de uma natureza que é abundante. O que venho aprendendo como cientista de mim mesmo e um entusiasta do comportamento humano, é que todos nós somos prósperos e já nascemos TODOS assim.


Porém, as histórias que nos contamos durante gerações, - muitas vezes -, nos colocam num pensamento de separação, medo e ilusão. Esse pensamento egoísta nos afasta da unidade e da nossa crença da realidade que somos.


Somos abundantes, mas aprendemos a desacreditar disso. Esse pensamento separa pessoas das mais diversas formas (como estamos cansados de ver por ai - racismo, feminicídio, homofobia, divisão de classes sociais) e nos faz duvidar dos outros e de nós mesmos.


Nós somos muito maiores do que esses pensamentos mesquinhos e podemos ser muito mais do que muitas vezes nos fazem acreditar que somos. Como falei nesse post, estenda a prosperidade para além da temática financeira. Ela é mais.


Confira o vídeo onde falo mais sobre isso e me conta lá nos comentários sobre o que você achou.

Se você tem de 25 à 39 anos e tem a sensação de estar frustrada(o), com medo do futuro e se sente perdida(o) por uma falta de direção e objetivos quanto a sua carreira ou vida pessoal, eu posso te ajudar. Eu sou Flavio Moreira e ajudo jovens adultos a desenvolveram a inteligência emocional para obter clareza de seus objetivos e atingir metas pessoais ou profissionais. Você pode entrar em contato pelo meu endereço de e-mail que está nas informações de rodapé aqui no site ou demais redes sociais de contato. Será um prazer atuar como um facilitador na sua jornada! Fale comigo se você acredita que posso te ajudar!


Conheça o meu programa de desenvolvimento pessoal, Do Íntimo ao Compartilhado


Conheça e ouça os meus podcasts, Vem Cmg e Vem Cmg Expresso:

Ouça no Spotify

Ouça no deezer

Ouça em Apple Podcasts

Ouça no Google Podcasts

Ouça no CastBox

Conheça o meu canal no YouTube:

Vem Cmg no YouTube

1 visualização0 comentário